julho 03, 2020

o pai da obra



Reflitam

Você contrata um pedreiro, combinando um prazo e um orçamento, passado algum tempo ele não termina a obra, vai embora mas indica um substituto que também não dá conta.
Com o prazo estourado em mais de 6 anos, e o orçamento ultrapassado em mais do que o dobro, você chama outro pedreiro (o terceiro) que conserta os erros dos anteriores e termina a obra em 1 ano e meio.
Alguém, em sã consciência acha que quando o projeto acabar, vou agradecer o primeiro pedreiro?

Tnc do primeiro pedreiro eu quero o meu dinheiro de volta.