julho 19, 2019

brazeu

Não existe esta coisa de “ahhh é pelo Brasil” existe sim grupos corporativistas que defendem seus privilégios custe o que custar. Hoje são esquerda amanhã direita ou quem sabe de centro o importante é não perder suas vantagens. Então se você não pertence aos “grupos” vai trabalhar muito para bancar a turma de entendidos se é que me entendes.

julho 16, 2019

A tal política do bem

Vou entrar na política do bem. 
Primeiro me associar a um partido velho
 e ser apadrinhado de um político do mal 
ops ato falho desculpe raposa velha. 
Ohhh para para que quero dizer político velho,
teclado ruim rapax. 
Bora lá?
#bandos

julho 08, 2019

Em busca da verdade. Depois do intercept e do tal pavão começo a ter certeza que estamos todos numa vala comum. Triste para uma nação ver está sujeira toda, bandos é o que eu sempre disse e não mudarei minha opinião. No Brasil não tem santo, longe disse. Se virar do avesso quem sabe tenhamos mais sorte. Não existe direita ou esquerda existe um movimento para saquear os cofres públicos.

julho 06, 2019

Nome bonito


Nome bonito usado para descrever a malvadeza 
de certos políticos com o dinheiro público,
na lingua popular brasileira:
ROUBO, MÃO GRANDE
de gente sem vergonha que nãó vale o pão que come.

julho 04, 2019

A maior empresa do Brasil : o ERÁRIO

A maior empresa do Brasil : o ERÁRIO 


As pessoas ainda não perceberam mas são elas que financiam a máquina pública, são os mesmos que alardam aos quatro ventos não suportar pagar mais impostos, infelizmente são os primeiros a incentivar seus filhos a tornarem-se funcionários públicos. 

O Brasil está explodindo de tanta gente "encostada" no governo, esperando o dia 30 para receber seu salário e gozar de sua sonhada estabilidade. Não crescemos mais, o custo da máquina administrativa dos governos seja federal estadual ou municipal é imensa, honerosa e ineficiente, é preciso rever urgente esta situação.

A empresa ERÁRIO tem péssima administração, não é lucrativa não dá retorno, contrata mal, não fiscaliza seus empregados. Não saber gastar.

A grande maioria dos jovens concluem seus estudos nas universidades para obterem seus certificados de terceira grau,  tão somente para cumprirem o requisito de ingresso na prova do próximo concurso público, foi a época que desejavam ser profissionais no mercado de trabalho privado, hoje lutam entre si para se tornar refém do estado, são vitimas destes governos corruptos que nos ultimos 40 anos destruiram nossa economia.

Saudade daquela época quando abordávamos com orgulho um doutor, engenheiro e advogado com uma invejinha branca, hoje o que podemos perceber é que aqueles não contemplados com a tão sonhada vaga na "repartição" estão por aí frustados e sem rumo, muitos vivendo com seus velhos pais e insistindo em cursinhos para tentar a próxima vaga no bonde do erário. 

Triste.