novembro 22, 2011

Seria um conto de ficcão?

No universo em que vivemos, você encontra todos os tipos e figuras, a mais sem vergonha, safada, escrota e todos os outros adjetivos que possam servir para tal é o tipo/figura que anda pelo comércio das cidades, aperta as mãos dos empresários locais fazendo propaganda de seus atos, contando vantagens e bancando o bom moço para todos.
Tristes aqueles pobres comerciantes que ainda acreditam nestes pulhas, não sabem, mas na surdina, os salafrários quando podem, tiram proveito de todas as situações, aproveitam-se da posição "mais privilegiada" vamos assim dizer, para levar a sua parte. 
Muitos de seus atos não são ilegais aos olhos da lei, porém com certeza são imorais, antiéticos e vergonhosos perante a comunidade. 
Ordinários, afundam cada vez mais a terra onde eles tiram o seu próprio sustento. Fico enojado quando vejo que ainda existem tais figuras, pior é saber que estes que habitam nosso universo poderão ter o apoio destes cegos e enganados comerciantes num futuro próximo. Desculpe aí pelas palavras, mas não pude evitar, comecei com um conto e termino com uma dúvida, seria uma ficção mesmo? ainda bem que não é real, acho eu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. Voce é livre e responsável por seus comentários, todos serão publicados desde que devidamente assinados por seus autores, reservo-me o direito de excluir comentários com ofensas ou injúrias a quem quer que seja.
2. Devido a tantos comentários sem identificação, infelizmente somente publicaremos os comentários que atendam tais propósitos.
3. Ofereça seu ponto de vista, é muito importante.