dezembro 01, 2011

Deu no clicrbs.com

Florianópolis tem mais de seis médicos para cada mil habitantes, a média estadual é de 1,89 e do país fica em 1,95. 
A questão é como vão acabar com a ambulanciaterapia? tudo é na capital do estado, logo...
A resposta é simples descentralizando os centros de tratamento, força os médicos a criarem novos perspectivas de trabalho e renda, caso contrário é isso o que temos aí, o povão sofrendo. E tem prefeito cara de pau, que fica se cabando de dar ao pobre o transporte para o tratamento na capital. Até quando?



Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. Voce é livre e responsável por seus comentários, todos serão publicados desde que devidamente assinados por seus autores, reservo-me o direito de excluir comentários com ofensas ou injúrias a quem quer que seja.
2. Devido a tantos comentários sem identificação, infelizmente somente publicaremos os comentários que atendam tais propósitos.
3. Ofereça seu ponto de vista, é muito importante.