dezembro 25, 2011

Faltou a figura do líder.

Fiquei desligado durante alguns dias e para minha surpresa no retorno as minhas leituras em blogs e facebook tenho o desprazer de saber que o último desfile natalino na Laguna foi cancelado. Alegando problemas com o trânsito e estacionamento para as lojas, a prefeitura não liberou a rua para organizar o desfile antes das 21 horas. Não consigo imaginar que comerciantes, duas associações comerciais, prefeitura, policia militar, guarda municipal não conseguiram definir um melhor local no centro histórico da Laguna para fazer o desfile, visto que este assunto já estava há dias sendo comentado por toda a cidade. Não deveriam deixar para a última hora. Perde o povo da cidade.

Justamente o último desfile no dia 23 foi cancelado, que vergonha para uma cidade, anunciar um evento para toda uma população e até turistas, investir R$30 mil do erário, oriundo do pobre contribuinte para um evento natalino e não ter capacidade de apenas mudar o local. Porque não transferir para a rua Jerônimo Coelho por exemplo que vai em direção a Igreja Matriz. Alegar a falta de vagas de estacionamento é muito pouco para a grandiosidade que o evento demonstrava. Estacionamento não é, e nunca será a causa para justificar o pouco movimento das lojas, se assim fosse o comércio das grandes cidades não existiria, o desfile natalino na capital por exemplo, foi feito no entorno da praça XV e foram fechadas várias ruas do caótico trânsito florianopolitano, nem por isso o comércio quebrou.

Tampouco culpar uma só entidade que foi a que idealizou o evento para justificar a falta de consenso de todos os envolvidos e dizer que o fechamento da rua as 16:00 hs para o transito de carros levaria a quebra generalizada das vendas de natal, beira a irracionalidade, um bom natal para o comércio é feito de muitas coisas, decoração de ruas, de vitrines, iluminação, atendimento dos lojistas, desfiles de natal, etc... A resposta para o verdadeiro culpado ou culpados por tudo isso, sei que não vai demorar, tem lobo em pele de cordeiro nesta história. 
O Prefeito da cidade, autoridade máxima, eleito pelo povo para representá-lo foi infeliz em não resolver e ainda deixar a situação chegar no estágio que chegou, deveria já ter tomado providências no primeiro desfile, mas deixou a coisa correr solta. Eventos de porte como este, precisam ter um período de preparação e evidente que usar crianças para desfilar as 23 horas não é de todo correto. Foi infeliz em não trazer para si as responsabilidades que o momento exigia, era sua OBRIGAÇÃO a todo custo evitar o cancelamento do evento, mas não a de simplesmente definir um horário tardio.

Engraçado é ver que em outros eventos como o Moto Laguna (que há tempos deixou de ser para as famílias lagunenses) várias ruas são tomadas pelos visitantes, sem nenhuma interferência do poder público, onde o povo vira refém de bêbados, arruaceiros, vândalos entre tantos outros. Mais triste é saber que certas pessoas se deliciam com este tipo de espetáculo e o relaciona com uma pérola do turismo. Pergunte a um morador que não pode tirar seu carro da garagem, a outro que tem que ver cenas de sexo em pleno portão de sua casa, ou ainda que presencia os banheiros ao ar livre em suas paredes qual a sua opinião sobre o fechamento de uma rua para fazer um evento natalino.

Perdeu o povo que carece cada vez mais de opções.

Um comentário:

  1. Muito bom, Renato. Falaste tudo o que deveria ser falado numa hora dessas! Parabéns pela matéria!

    ResponderExcluir

1. Voce é livre e responsável por seus comentários, todos serão publicados desde que devidamente assinados por seus autores, reservo-me o direito de excluir comentários com ofensas ou injúrias a quem quer que seja.
2. Devido a tantos comentários sem identificação, infelizmente somente publicaremos os comentários que atendam tais propósitos.
3. Ofereça seu ponto de vista, é muito importante.