fevereiro 22, 2012

E a quarta feira de cinzas chegou

Passado a folia de momo, é hora de recomeçar. Eu descansado, vindo de uma praia que nem parecia viver um feriado de carnaval de tão silenciosa, fora um vizinho que ensaiou uns bate-estacas (tipo de som muito usado em feriados nacionais, risos) o resto foi só sossego.

Restou-me a lembranças de algumas quartas feiras de cinza vividas tempos atrás, estávamos nós, eu e o primo Marco Aurélio dando gargalhadas das fantasias, dos porres com todos os tipos de bebida, dos poucos corajosos vestidos de mulher, das meninas que nós (só nós) achávamos que caiam no nosso papo e de outras que pegávamos no final da festa e que caiam no nosso papo (será que caiam mesmo?), dos X-saladas do final da "jornada" quando não pesgávamos nada e aí vai.

Tempos que ficar de pé nos dias de folia só com pó de guaraná que mantinha o esquelete em pé, época que o grande barato era sair dos bailes e ir para a praia tomar aquele café reforçado na lanchonete ainda aberta. Bons tempos. Agora é começar o ano com muito trabalho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. Voce é livre e responsável por seus comentários, todos serão publicados desde que devidamente assinados por seus autores, reservo-me o direito de excluir comentários com ofensas ou injúrias a quem quer que seja.
2. Devido a tantos comentários sem identificação, infelizmente somente publicaremos os comentários que atendam tais propósitos.
3. Ofereça seu ponto de vista, é muito importante.