maio 09, 2013

Boatos ?


Corre boato que o Peterson Crippa será secretário municipal em uma nova pasta, mesmo boato dia destes dava como certa a saída de outro vereador para uma secretaria, nota-se pelas esquinas algumas forças ocultas querendo calar outros que são contra interesses diversos, acho que uma frase que cai bem é "não podem convencer tentam comprar". Só esquecem de um detalhe, os olhos estão abertos e em todos os lados, quer fazer faça bem feito, a lei de retorno não vem só de Deus.

Não acredito que o Peterson vá se vender ou se trocar por tão pouco, jogar fora a oportunidade de representar a diferença lá na frente? se for será o mais novo aliado do mal, o mal que tanto ele anunciou que era a desgraça da cidade.

Esperamos pois.

Em tempo: quando falo do mal não generalizo porém a cada dia se forma uma imagem em que os fragmentos do bem se tornam imperceptíveis.


Em resposta a este meu comentário recebi:

Peterson Crippa da Silva Caro Renato, vejo que a tua posição de informante das coisas de Laguna muitas vezes ultrapassa a atuação de alguns “ditos” jornalistas que deveriam fazer este papel. Mas até entendo isso, pois vejo que nos teus textos, quase sempre opinativo (e opinião se respeita, mesmo quando não concordamos), buscam um bem maior e em comum, o que difere de muitos lápis, teclados e línguas de valor (com preço). Não és político e nem vejo como um futuro postulante a tal, o que te credibiliza a ser, no mínimo, lido.

Bem, muito se ventila e se falou sobre meu nome, como citas, e nem imaginas quantas mensagens recebo desde outubro de coisas que NUNCA se concretizam. Eu só agradeço respeitosamente pela lembrança, mas permaneço no meu canto. Sou obrigado a me recolher, pois já não sei quem é quem na verdade. Peço sempre para que se coloquem no meu lugar e tentem administrar tudo isso, todo este cenário que criam e criaram pra mim, que, na maioria das vezes, eu descubro só por terceiros. Longe de me parecer com nosso ex presidente, que nunca sabe de nada, mas podes acreditar que a única coisa que eu peço é para que, pelo menos, me ouçam e saibam o que eu penso e quero. Mas está difícil... 

Não sei, juro, quem está do meu lado de fato e quem, talvez, possa querer se aproveitar de uma possível presença (suposto potencial) minha, pois até hoje, à maioria (não todos) da classe política, só me comprova o contrário. Isto também não quer dizer que eu me sinta vítima de algo; Não! Claro que não, pois sei que na política, esta é uma realidade. Também respeito caso “estes” tenham suas opiniões sobre mim, mas um pouco do que eu penso e quero estou escrevendo aqui agora. Qualquer coisa fora disso, mais uma vez cairá na vertente do julgamento alheio e ai, meu amigo, língua afiada não se controla, infelizmente. 

Também por isso tudo, acredite ainda, não sei quem são os maus que citas, pois estou fora do contexto. Por exemplo: não fui mais do que duas vezes na prefeitura desde janeiro e no máximo 3 na câmara dos vereadores. Partidariamente, ainda exemplificando, dias atrás procurei participar do novo contexto que o PP, forçosamente, terá que passar; porém até nisso não consegui atuar; então continuo na minha pousada e nos meus projetos pessoais fazendo a minha diferença. 

Entretanto, como sempre digo, eu fui candidato sempre por uma causa. Ajudar Laguna. Faço e fiz isso muitas vezes, dentro das minhas limitações, sem cargo algum. Mas sempre achei que poderia fazer mais tendo um peso melhor, por isso busquei a eleição. Ok, não nos elegemos mas fizemos uma votação histórica, mesmo com todo o cenário que se criou, infelizmente, sem a minha intenção. 

E são estas pessoas, que nos confiaram por algum motivo os 575 votos, pode acreditar, que eu mais escuto hoje...

Sinto que vem delas as opiniões mais tranquilas e mais confiantes sobre o que eu, PRETO CRIPPA, devo fazer. Me sinto fortalecido como nunca, quando vejo lideres de entidades beneficentes, donos de empreendimentos comerciais, pessoas que, como você e eu, querem algo de bom pra Laguna, dizendo pra eu continuar acreditando, pois juntos podemos ajudar nossa cidade. Mas não sei até quanto vale tudo isso, quando algumas pessoas só escutam do seu lado o que lhes convém, deixando de fora, o que pode ser mais importante. 

Eu, você e ninguém sozinho conseguirá ir longe. Todavia, nós juntos podemos fazer muito mais e mesmo que a gente erre, até o erro será dividido mutuamente, mas o importante foi o motivo pela qual tentamos acertar. Interessante como tudo isso soa “romântico” e até parece utópico, né? Mas como com só “profissionais” da política a Laguna não está dando certo há tempos, talvez esteja faltando mesmo amantes da mesma, junto, na condução deste município. 

Saiba que o que eu disse um dia ao Célio (PT), também já disse há muito tempo ao Everaldo (PMDB): Não vejam meu sobre nome (pois somos todos diferentes), não se prendam a sigla do meu partido (pois conforme conveniência, se muda a qualquer tempo), mas me escutem e vejam no que eu posso contribuir. Nunca quis cargos. Não quis ser vereador por status. Não! Se não for pra somar, por simples salário eu não vou fazer. Ah sim, vão dizer que na administração passada eu tinha um cargo na PML. Não há mentira nisso, mas eu tinha somente UM cargo. O meu, por um acordo partidário, a quem fosse candidato na época, na qual ocupei somente por 2 anos e 8 meses (somando meu trabalho e depois da minha esposa), em momentos diferentes. Neste interim nós potencializamos muitos projetos, que até hoje estão marcados na cidade e sabes quais são. Eu poderia simplesmente ficar lá sentado (talvez nem precisasse ficar lá) e recebendo 4 anos, por causa do acordo entre a coligação, mas não seria o PRETO CRIPPA se não fizesse valer o salário que recebia. Contudo, olhe quantos outros abusaram e abusam de indicações de trabalho, fazen terrorismo psicológico e até chantagem para fazer a política do seu umbigo... quantos e quem faz isso Renato? 

Amigo, agradeço a ti a possibilidade de responder a este teu texto e dizer que crédito se conquista não se compra. Se eu tivesse preço hoje eu seria vereador e desde 01 de janeiro. Contudo, repito, se for convidado para ajudar, se acharem, seja na esfera que for, que eu possa contribuir, avaliarei junto aos amigos de confiança com carinho tal convite e farei o papel com todas as minhas forças, sempre de peito aberto, sem medo do incerto, pois quem tem coragem e bom senso, não teme o futuro e o senso comum. 

Se eu fosse vender meu peixe agora diria facilmente que o meu trabalho gera muito mais frutos estando contigo, do que do lado contrário. Mas isso é pra outros pensarem... 

Abração

Preto Crippa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. Voce é livre e responsável por seus comentários, todos serão publicados desde que devidamente assinados por seus autores, reservo-me o direito de excluir comentários com ofensas ou injúrias a quem quer que seja.
2. Devido a tantos comentários sem identificação, infelizmente somente publicaremos os comentários que atendam tais propósitos.
3. Ofereça seu ponto de vista, é muito importante.