fevereiro 10, 2016

Tempo de reflexão


Após as leituras sobre o carnaval
a grande verdade que se lê 
(mesmo escondida entre linhas e que continuo acreditando) 
é que perdemos nossa referência, nossa identidade.

É preciso mais que boa vontade, 
mas que cara nova para mudar, 
quem irá virar o tabuleiro e recomeçar do zero?

É preciso limpar a sujeira que se entranhou e
se alastra sobre as cabeças pobres. 
É preciso expurgar as almas que vivem com a mão estendida
e que alimentam o politiqueiro.
É preciso tirar de cena o enriquecedor ilícito,
o famoso duas caras, o falso infeliz.

Mas quem realmente pode reagir?
Perdemos e sabemos que nesta batalha não há rivais
apenas peões e reis fantasiados de opositores.

Todos vivem e lucram com a morte lenta do nosso bom e verdadeiro carnaval, 
preferem deixá-lo na UTI nutrindo-se  das velhas e saudosas lembranças.

Tempo de reflexão viva o reino do abadá




Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. Voce é livre e responsável por seus comentários, todos serão publicados desde que devidamente assinados por seus autores, reservo-me o direito de excluir comentários com ofensas ou injúrias a quem quer que seja.
2. Devido a tantos comentários sem identificação, infelizmente somente publicaremos os comentários que atendam tais propósitos.
3. Ofereça seu ponto de vista, é muito importante.